Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Financiamento Imobiliário: Tabela PRICE ou SAC?

Imagem
Olá pessoal!

Recentemente, um leitor do blog entrou em contato por email para tirar algumas dúvidas a respeito de financiamento imobiliário. Como financiamento imobiliário é, talvez, para o cidadão comum, a mais complexa categoria de financiamento, a dúvida me inspirou a escrever o artigo que segue.

Os objetivos desse artigo são:

Transmitir noções básicas sobre o funcionamento da Tabela PRICE e Sistema SAC;Esclarecer quando é melhor optar por um ou outro sistema de amortização;Demonstrar diversas situações que podem influenciar na decisão.






Assine nossa lista, ganhe uma amostra GRATUITA do Manual do Pequeno Investidor em Ações e receba as novidades do RICO DINHEIRO em seu email!


A Dúvida
André (nome fictício) havia lido um comentário meu no site Quero Ficar Rico afirmando que "se o número de parcelas do financiamento for inferior a 123, compensa mais fazer pela Tabela Price do que pela SAC". Então, ele havia feito uma simulação e chegou a conclusão que nessa parcela teria um g…

Investimentos Inteligentes - Planejando a Estratégia de Alocação de Ativos

Imagem
Investir é uma questão de atitude!

As desculpas que as pessoas mais utilizam para NÃO INVESTIR são:

Não tenho dinheiro!Não entendo nada de investimentos!
Em relação à primeira, se você possui uma fonte de recursos (podendo ser desde um trabalho remunerado à mesada de seus pais) você TEM dinheiro para investir. O imaginário popular acredita que para investir é preciso muito dinheiro. Claro, uma maior quantidade de recursos proporciona o acesso a uma maior gama de investimentos. Mas também traz algumas dificuldades e não é fator determinante para se começar a investir.

Porém, há aplicações, como a poupança, cujo acesso requer uma quantidade pequena de recursos. Até em Bolsa de Valores, diferentemente do que imagina a maior parte das pessoas, pode-se investir com pouco dinheiro.

Em relação à segunda desculpa, cabe uma contra-pergunta: você nasceu sabendo andar ou falar? A resposta, óbvia, é NÃO! A vida nos coloca, diariamente, frente a frente com novos desafios. Com cada um deles aprende…

Livro - Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação

Imagem
Talvez, a respeito de mudança de hábito, o mais difícil seja começar, dar os passos iniciais. Apropriar-se de um método de ação é definir as etapas e passos a serem seguidos tendo em vista um objetivo. Quando trata-se de Educação Financeira, fazer as coisas de uma forma lógica e sequencial torna-se ainda mais importante. É isso que Jônatas Rodrigues da Silva tenta frisar no seu livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Os objetivos deste artigo são:

Apresentar Jônatas Silva, autor do livro e do Blog Efetividade.Fazer um breve comentário a respeito do que se pode encontrar no livro.

Assine nossa lista, ganhe uma amostra GRATUITA do Manual do Pequeno Investidor em Ações e receba as novidades do RICO DINHEIRO em seu email!




Sobre o autor
Jônatas Rodrigues da Silva, 34 anos, é paulista. Formado em Administração, com pós-graduação em Gestão Pública, inicialmente trabalhou como técnico de informática, tendo se apaixonado pela administração durante o curso técnico.

At…

Carteira de Investimentos - Novembro de 2013

Imagem
Olá pessoal!

No mês de Novembro tivemos a reversão da tendência de alta do IBOV que vinha durando 4 meses. Apesar de ter ensaiado um retorno à alta, o IBOV encontrou resistência por volta dos 54,3 mil pontos e não conseguiu segurar nos 51,4 mil pontos. Então, lá vamos nós pra baixo (novamente!).

Os objetivos deste artigo são:

Demonstrar como acompanhar a rentabilidade de uma carteira de investimentos;Demonstrar como comparar a rentabilidade de uma carteira de investimentos com outros indicadores;Comentar as principais variações na carteira;Comentar as principais expectativas para os períodos futuros.
ATENÇÃO
O artigo a seguir foi escrito para fins meramente educacionais. Apesar de basear-se em fatos reais não se trata, em nenhuma hipótese, em recomendação de investimento. Os ativos citados no texto, bem como as rentabilidades apresentadas, são decorrentes de ativos nos quais o autor investe e de suas variações de preço conforme situação específica da carteira de investimentos do autor…