Investimentos Inteligentes - Evolução da Renda Passiva



A renda passiva é o que permite ao investidor obter os benefícios do juro sobre juro, aumento seu patrimônio sempre exponencialmente. Então, é algo que se precisa acompanhar de perto.

Os objetivos do artigo são:

  • Motivar o leitor a iniciar, IMEDIATAMENTE, a investir em outros produtos financeiros que não a Caderneta de Poupança;
  • Demonstrar que investir pode ser mais fácil do que, inicialmente, aparenta;
  • Elaborar uma metodologia modelo para ser utilizada junto com a estratégia de Alocação de Ativos;
  • Mostrar, na prática, através de uma Carteira de Investimentos Virtual, o funcionamento da estratégia Alocação de Ativos.

ATENÇÃO



O artigo a seguir foi escrito para fins meramente educacionais. As informações, dados e operações apresentadas, apesar de basearem-se em cotações reais, tratam-se de mera simulação. Em nenhuma hipótese tratam-se recomendação de investimento. Decisões de investimento baseadas nas informações apresentadas neste artigo são de responsabilidade exclusiva de quem assim o fizer, não sendo o autor responsável pelas consequências destas decisões.





Recordando


Em Janeiro a Carteira de Larissa teve seu quinto mês de queda e passou a perder até para a inflação:


Mas, ciente de que oscilações de curto prazo são inevitáveis, segue firme em seu propósito de manter a estratégia de alocação de ativos.


Fevereiro/2015


Em razão de suas férias, a quantidade de dias trabalhados em Janeiro por Larissa foi menor. Assim, no dia 02 de Fevereiro recebeu apenas o salário proporcional, o que lhe permitiu poupar menos:

  • Economia do mês: R$ 77,65
  • Dividendos referente a 17 ITUB4: R$ 0,26
  • Aluguel referente a 34 PETR4: R$ 0,02

Considerando valor na Corretora e Saldo no FDI, o total que tinha disponível para investimento era R$ 438,92. Verificou a alocação atualizada de sua carteira:


O próxima aquisição seria FII. Mas o valor disponível não atingira o mínimo de R$ 580,00. Então, comprou 24,2 cotas de FDI adiando a aquisição para Março.

Até o fim do mês os seguintes eventos financeiros ocorreram:

  • Pagamento da Taxa de Custódia: R$ 6,90
  • Alugueis de ações (ABEV3, ITUB4, PETR4, VALE5): R$ 0,47
  • Dividendos de ações (ITUB4): R$ 5,21
  • Juros Capital Próprio de ações (ITUB4): R$ 7,77
  • Juros de Títulos Públicos (NTNB): R$ 11,78
  • Rendimentos FII (BBPO11, BRCR11, TBOF11): R$ 13,37

Ao fim do mês a composição da Carteira era a que segue:


Depois de 5 meses de perdas, Fevereiro fechou com valorização de +2,9%. Os destaques do mês foram as Ações, todas fechando no positivo em relação a Janeiro. Também podemos destacar o desempenho positivo do Câmbio.

Já a Renda Fixa e os Fundos Imobiliários continuam desvalorizando especialmente em função do aperto monetário que joga a taxa SELIC para cima.

Também cabe destacar dois comunicados enviados pelos FII TBOF11 e BRCR11 que impactarão os resultados futuros.

O TOBF11 informou que houve áreas locadas que foram devolvidas por um inquilino. Como consequência, após o recebimento da multa contratual será repassado o valor de R$ 0,26 por cota aos proprietários. Entretanto, até que outro inquilino seja prospectado o aluguel mensal deverá ser reduzido em R$ 0,04 por cota.

O BRCR11 informou que renovou o contrato de locação por mais 7 anos com um dos inquilinos. Entretanto, o valor da locação foi reduzido em 13% em função de fatores de mercado o que irá impactar na redução do rendimento mensal desse fundo. Ainda não foi informado de quanto será o impacto.

São os riscos de se investir no ramo imobiliário. Situações que, sem dúvida alguma, estão sujeitos aqueles que se enveredam por esse caminho. A diferença é que é possível uma maior proteção através da diversificação uma vez que o valor necessário para se investir em FII é uma fração do necessário para se adquirir um imóvel.


Março/2015


Os eventos financeiros do início do mês foram os que seguem:

  • Economia do mês: R$ 332,80
  • Dividendos referente a 17 ITUB4: R$ 0,26

Somando aos valores na conta da Corretora e do FDI, descontando R$ 6,90 que ficaria reservado para pagamento da Taxa de Custódia, tinha disponível R$ 795,95 para investir:


Como o próximo investimento seria em FII, consultou o índice IFIX e notou que o terceiro na listagem do índice era o KNRI11. Então, comprou 6 KNRI11 pelo total de R$ 671,61. A expectativa é que com esse fundo a renda passiva aumente mais R$ 5,52 por mês a partir de Abril.

Com saldo, como na sequencia deveria investir em Câmbio, comprou 0,2 cotas do Fundo Euro por R$ 71,81 e 33,1 cotas do Fundo Dólar por R$ 52,53.

Até o fim do mês os seguintes eventos financeiros ocorreram:

  • Pagamento da Taxa de Custódia: R$ 6,90
  • Alugueis de ações (ABEV3, ITUB4, PETR4, VALE5): R$ 0,33
  • Juros Capital Próprio de ações (ABEV3): R$ 2,68
  • Rendimentos FII (BBPO11, BRCR11, TBOF11): R$ 13,27

Ao fim do mês a composição da Carteira era a que segue:


Os destaques positivos do mês foram os fundos cambiais, sendo que o Dólar teve valorização de +12,4% e o Euro +7,1%. Já o destaque negativo ficou com VALE5 que desvalorizou -16,5%. No geral, a Carteira ainda teve um segundo mês positivo com valorização de +0,4%.

Outra boa notícia é que ITUB4 anunciou proposta do Conselho de Administração de bonificar os acionistas através de 10% em ações. Isso significa que Larissa terá em sua carteira mais uma ação ITUB4, totalizando 18.

Assim ficou a alocação final dos recursos:



Conclusão


Dois meses positivos, o que é bom para dar uma aliviada na carga negativa. Mas ainda não é hora de contar vitória. A situação econômica ainda é complicada e não há sinais de melhoras no curto prazo. Até lá, vamos aproveitar as sinalizações de que ativo comprar pela estratégia de Alocação de Ativos.

A rentabilidade de cada ativo está assim:


O desempenho histórico, considerando o reinvestimento dos rendimentos, voltou a compensar a inflação do período e pode ser visto a seguir:


Também podemos observar que os rendimentos, desconsiderando os reinvestimentos, voltaram a ser positivos:


E o crescimento da Renda Passiva é expressivo:


Se compararmos a renda e o patrimônio dos 3 primeiros meses de 2014 e com os 3 primeiros meses de 2015:


Também podemos ter uma perspectiva diferente observando a Renda Passiva acumulada em períodos de 12 meses:



Talvez, um investidor mais afoito questione a estratégia por apresentar rentabilidade abaixo da poupança. Ok, é justo. Contudo é bom ter em mente que o período analisado é de apenas 17 meses. Tempo considerado de curto prazo quando lidamos com Renda Variável. E o objetivo da estratégia é garantir uma boa rentabilidade no longo prazo.


Pense nisso!

Um grande abraço e até a próxima!


Kleber Rebouças

Rico Dinheiro: Curta e Compartilhe Educação Financeira!





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Financiamento Imobiliário: Tabela PRICE ou SAC?

Exchange Traded Fund

Ganhe Dinheiro com o seu Cartão de Crédito