Carteira de Investimentos - Julho 2013






Carteira de Investimentos - Julho 2013

Olá pessoal!

O IBOV escapou, pelo menos temporariamente, do quadro tenebroso em que se encontrava no mês de junho. Com um alívio, fechando o mês em alta, mas longe de zerar as perdas do ano, será que é a hora da virada?

Os objetivos deste post são:

  • Demonstrar como acompanhar a rentabilidade de uma carteira de investimentos;
  • Demonstrar como comparar a rentabilidade de uma carteira de investimentos com outros indicadores;
  • Comentar as principais variações na carteira;
  • Comentar as principais expectativas para os períodos futuros.

ATENÇÃO


O artigo a seguir foi escrito para fins meramente educacionais. Apesar de basear-se em fatos reais não se trata, em nenhuma hipótese, em recomendação de investimento. Os ativos citados no texto, bem como as rentabilidades apresentadas, são decorrentes de ativos nos quais o autor investe e de suas variações de preço conforme situação específica da carteira de investimentos do autor. Decisões de investimento baseadas nas informações apresentadas neste artigo são de responsabilidade exclusiva de quem assim o fizer, não sendo o autor responsável pelas consequencias destas decisões.

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Julho 2013


Carteira de Investimentos - Julho 2013

Depois de um terrível mês de junho, conseguimos dar uma refrescada no mês de julho. Inclusive fechando no campo positivo. O que deixou a desejar para que uma virada de tendência fosse confirmada foi o baixo volume de negócios durante o mês.

Você observou com bastante atenção quais são os títulos utilizados nas curvas? Pois é, conforme prometido as curvas agora possuem um indicador próprio, o IKEU.

O IKEU busca representar uma Alocação de Ativos ótima, de forma a capturar os ganhos e oportunidades das quatro principais classes de investimento. O IKEU Ações e o IKEU Câmbio são índices intermediários já que há subdivisão nessas duas classes.

A composição dele é a seguinte:

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Ou seja, 25% em Renda Variável, 25% em Fundos Imobiliários, 25% em Câmbio e 25% em Renda Fixa.

No caso de Renda Variável subdividimos nos índices que representa grandes empresas (MLCX) e pequenas empresas (SMLL). Isso porque entendemos que há grandes oportunidades de ganho ao investir em pequenas empresas, nunca esquecendo que com isso o risco se amplia.

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Quanto ao câmbio, a divisão em dólar, euro e ouro ocorre por serem estas as principais moedas mundiais. Assim, protegemos uma parcela considerável do nosso capital contra uma desvalorização significativa do real. A carteira, como pode perceber, ainda não está com o mesmo balanceamento acima. Nem nunca estará quanto as subdivisões. Isso porque apesar de ter ETFs, gosto de buscar ações para investir. No artigo que for demonstrar a evolução da Carteira de Setembro traremos mais detalhes sobre a composição da Carteira.

Veja o resultado de R$ 1 mil reais investido tendo como base cada um desses indicadores do índice IKEU:

Carteira de Investimentos - Julho 2013

O melhor resultado do mês ficou com o IKEU Câmbio, que valorizou 3,09% no período. Especialmente em função do Ouro que teve a maior variação positiva entre todos os investimentos: 8,12%.

No campo negativo ficou o IFIX com -0,57%. Enquanto a tendência de alta de juros continuar, os Fundos Imobiliários continuarão a sofrer. Ao invés de se desesperar, é uma oportunidade de rebalancear a carteira aumentando a quantidade de ativos nessa categoria. Há inúmeros fundos cujo o Yeld tem superado a SELIC mensal.

As ações continuaram com uma alta volatilidade. Vejam que o IKEU Ações chegou a ter uma queda de 4,77% no mês mas recuperou-se fechando em alta de 2,13%. Isso significa uma subida de 6,22% do dia 03/07 ao 31/07. Recuperação fantástica.

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Rentabilidade da Carteira nos últimos 12 meses

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Nos últimos 12 meses, o mês de julho ficou com a quinta melhor rentabilidade. Ele chegou para dar um alívio após 5 meses seguidos de perdas, tendo o mês de junho/2013 como pior de todos. Por isso, nem de longe foi possível recuperar as perdas do ano.

Em função do exposto acima, também não será apresentado neste mês o gráfico com os resultados acumulado dos últimos 12 meses, acumulado do ano e do último mês. A partir do próximo artigo sobre este tema estaremos com tudo regularizado.

Carteira de Investimentos - Julho 2013

Evolução da Carteira

Carteira de Investimentos - Julho 2013

O gráfico acima, entre todos que publico nesta série, é o mais importante de todos. Ele mostra a rentabilidade real da Carteira em relação ao IPCA. Os últimos 5 meses de perda fizeram com que a rentabilidade real da carteira ficasse negativa. Para voltar ao campo positivo a valorização da Carteira no mês de julho teria que ter sido superior a 8,6%. Ou sejam ainda tem muito "chão" pela frente para que voltemos ao azul.

Nenhuma mudança significativa nos ativos durante o mês. A alocação de recursos entre as classes de investimento estão da seguinte forma:

Carteira de Investimentos - Julho 2013



O que esperamos


Carteira de Investimentos - Julho 2013

O IBOV escapou do quadro tenebroso em que se colocou durante o mês de junho. Mais importante: rompeu 49,6 mil pontos formando um canal de alta. O índice se encontra agora numa área de intercessão entre o canal de baixa iniciado em 03/03/2013 e o citado canal de alta. Contudo, seu teste fogo para aliviar a pressão vendedora os 52,4 mil pontos.

Fica complicado para os comprados se o índice perder 47,2 mil pontos. Mas a grande zona de perigo continua sendo 44,1 mil pontos. Se perder este patamar, o inferno é o limite.


E vamos que vamos!

Um grande abraço e até a próxima!


Kleber Rebouças

Rico Dinheiro: Curta e Compartilhe Educação Financeira!

Próximo: Carteira de Investimentos - Agosto 2013
Anterior: Carteira de Investimentos - Junho 2013

Carteira de Investimentos - Julho 2013





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Financiamento Imobiliário: Tabela PRICE ou SAC?

Exchange Traded Fund

Ganhe Dinheiro com o seu Cartão de Crédito