Livro - Pai Rico, Pai Pobre



Pai Rico, Pai Pobre

A releitura de um livro sempre nos faz atentar a detalhes que, na leitura anterior, passaram despercebidos. Com Pai Rico, Pai Pobre não poderia ser diferente. Reler este clássico, que pode ser considerado um divisor de águas, agora com mais maturidade, me fez refletir o quão importante ele foi para minha educação financeira. De todos os livros sobre o tema, sem nenhuma dúvida, este é o que não pode faltar na estante de ninguém.

Os objetivos deste artigo são:

  • Apresentar Robert Kiyosaki e Sharon Lechter, autores do livro.
  • Fazer um breve comentário a respeito do que se pode encontrar no livro.





Sobre Sharon Lechter


Pai Rico, Pai Pobre

Formada em contabilidade, gestora e consultora profissional de editoras e fabricantes de brinquedos, dedicou seus esforços profissionais à educação.

Foi uma das primeiras mulheres a entrar em uma das então oito maiores empresas de contabilidade dos EUA, foi diretora financeira de uma empresa de computadores, diretora tributária de uma empresa de seguros e fundadora e editora associada da primeira revista regional feminina do Wisconsin, EUA, enquanto prosseguia suas atividades de auditora pública.

Colaborou com Robert Kiyosaki na edição de Pai Rico, Pai Pobre e CASHFLOW Quadrant. Agora concentra seus esforços no auxílio à criação de instrumentos educacionais para os interessados em melhorar sua educação financeira. 


Sobre Robert Kiyosaki


Pai Rico, Pai Pobre

Nasceu em Hilo, Hawaii, em 1947. Trabalhou na Standard Oil Company depois de ter se formado na Marinha Mercante, para poder viajar o mundo e conhecer os mercados emergentes. Foi para guerra do Vietnã pelos Fuzileiros Navais até 1974 para estudar liderança de tropas. Trabalhou na empresa Xerox até 1977 para aprender sobre vendas.

Em 1977, fundou uma empresa que colocou no mercado a primeira carteira "para surfistas" de náilon e velcro, que se transformou em um sucesso multimilionário sendo vendida em todo o mundo. Em 1985 abandonou o mundo dos negócios para fundar uma empresa internacional de material educativo, através da qual ensinou negócios e investimentos a milhares de pessoas.

Seus investimentos permitiram que se aposentasse aos 47 anos. Preocupado com o crescente hiato entre os que tem e os que não tem, criou um jogo chamado CASHFLOW, que ensina o jogo do dinheiro, até então só conhecido pelos ricos.

Além de Pai Rico, Pai Pobre, escreveu 17 livros, todos voltados para educação financeira.

A mensagem de Robert é clara: "Assuma a responsabilidade por suas finanças ou receba ordens por toda sua vida. Você é senhor do dinheiro, ou seu escravo".


Pai Rico, Pai Pobre


O livro é um apanhado de lições que foram aprendidas por Robert Kiyosaki ao longo de sua vida. Seu título foi inspirado na fato de ter convivido com duas figuras paternas. O seu pai verdadeiro, o Pai Pobre, era um homem culto, funcionário do Departamento de Educação do Hawaii. Já o Pai Rico era, na verdade, o pai de um amigo, Mike.

Ao referir-se a cada um como pobre ou rico, de forma alguma havia uma medição do quanto dinheiro cada uma tinha. Inclusive, durante a sua infância, Robert relata que seu Pai Pobre possuía uma melhor condição financeira que o seu Pai Rico. Os adjetivos, portanto, referem-se a mentalidade de cada um no que se refere a lida com o dinheiro.

Pai Rico, Pai Pobre

Apesar da imensa consideração que tinha por seu pai verdadeiro, no que se refere ao assunto dinheiro, Robert resolveu dar ouvidos ao seu Pai Rico.

As lições que o autor tenta nos passar são 6:

Lição 1: Os ricos não trabalham pelo dinheiro
Lição 2: Para que alfabetização financeira?
Lição 3: Cuide de seus negócios
Lição 4: A história dos impostos e o poder da sociedade anônima
Lição 5: Os ricos inventam dinheiro
Lição 6: Trabalhe para aprender - não trabalhe pelo dinheiro.

Robert, a todo momento, nos instiga a sermos criativos, a percebermos que há uma diferença entre o preço (o quanto se pagou) e valor (o quanto efetivamente vale). Lembra que em momentos de crises é que se acham as melhores oportunidades.

Sabendo que dinheiro é apenas uma abstração, nos alerta para a importância de focarmos na formação de um patrimônio. Mas não o patrimônio que a classe média normalmente tem, para seu próprio uso. Mas um patrimônio que permita a geração de renda passiva. Assim, pedindo licença aos acadêmicos de contabilidade, define como Ativo tudo aquilo que gera renda ao seu dono. E como Passivo tudo aquilo que consome renda de seu dono.

O foco, segundo o autor, deve ser a ampliação da quantidade de Ativos e a redução da quantidade Passivos. Estes últimos só devem ser adquiridos na medida que os primeiros gerem uma renda suficiente para custeá-los. É dessa forma que você consegue ser senhor do seu dinheiro e colocá-lo para trabalhar para você.

Outro ponto importante é que deve-se manter a mente aberta ao aprendizado. Quanto mais se aprende, mais se consegue entender operações mais complexas. E são nessas operações que está o "dinheiro grande".

Também é preciso não se descuidar do "leão". O setor público está sempre querendo mais e mais dinheiro. Então, é preciso ser financeiramente inteligente para que se reduza o tamanho da mordida do leão de maneira legal. E ensina como fazê-lo.

Por fim, Robert no diz que, nesse processo, o autoconhecimento é fundamental. É preciso reconhecer seus medos e receios e buscar formas de superá-los. Para se ganhar, é necessário que se corra risco. Mas esse risco deve ser calculado. E a melhor forma de se mitiga um risco é através da educação financeira.


Opinião


Pai Rico, Pai Pobre é um dos melhores livros de educação financeira que já li. É um divisor de águas no entendimento do processo de enriquecimento. Depois de lê-lo, não modificar seus hábitos financeiros significa aceitar manter-se como escravo do dinheiro.

De forma equivocada, algumas pessoas afirmaram, após ler o livro, que os ensinamentos não são aplicáveis à realidade brasileira. Ledo engano. Essa afirmação só reflete duas coisas: 1) a pessoa não entendeu a essência do livro e; 2) desconhece totalmente a realidade brasileira.

As lições essenciais do livro são universais. Podem ser aplicadas em qualquer sociedade, em qualquer época. Estamos tão acostumados a nossa rotina que deixamos de refletir sobre o que é, de fato, o dinheiro. Robert, então, nos traz à realidade lembrando que o dinheiro não tem valor. Mas os ativos que se pode adquirir utilizando-o sim.

O livro foi organizado e escrito de tal maneira que é impossível não prestar atenção. De forma bem resumida, a essência dos ensinamentos é: 1) gaste menos do que ganha; 2) compre Ativos que gerem mais recursos ao invés de Passivos que consumem recursos; 3) somente adquira Passivos quando a renda dos Ativos permitir mantê-los.

É um livro de leitura obrigatória!


Frases e Pensamentos


  • Incentivar filhos a ser empregados é aconselhar nossos filhos a pagar mais do que a justa parcela em impostos ao longo da vida, com pouca ou nenhuma esperança de uma aposentadoria.
  • Aprenda a administrar o risco.
  • Se perceber que você é o problema, então poderá modificar a si mesmo, aprender alguma coisa e tornar-se mais sábio. A maioria das pessoas quer que todos no mundo mudem, menos elas próprias. Mas eu lhe digo: é mais fácil mudar a si próprio que a todos os demais.
  • Os pobres e a classe média trabalham pelo dinheiro. Os ricos fazem o dinheiro trabalhar para eles.
  • A contabilidade é importante. Mas, ao mesmo tempo, não mostra tudo.
  • Uma pessoa inteligente contrata pessoas mais inteligentes do que ela mesma.
  • O governo fica com uma parte de seu contracheque, antes mesmo que você veja o dinheiro.
  • Uma pessoa com conhecimento das vantagens tributárias e a proteção oferecida por uma sociedade anônima pode enriquecer muito mais rapidamente do que alguém que é simplesmente empregado ou proprietário único de uma empresa.
  • Naturalmente sempre há algum risco. É a inteligência financeira que aumenta as chances. Assim, o que é muito arriscado para uma pessoa é menos arriscado para outra. Quanto mais esperto você for, mais chances terá de reduzir os riscos.
  • O mundo está cheio de gente inteligente, talentosa, instruída e qualificada. Estão todos em volta de nós.
  • A maioria das pessoas tem tando medo de perder que não tem sequer uma ninharia para perder.
  • Em vez de analisar, os pessimistas fecham suas mentes.
  • Escolha seus amigos com cuidado. O importante é o que aprende com todos eles.
  • Se você conjura seu gênio financeiro, pode ter todas as coisas boas da vida, enriquecer e pagar contas, sem se sacrificar. E isso é inteligência financeira.
  • O caminho mais fácil muitas vezes se transforma no mais áspero e  caminho mais árduo muitas vezes se torna o mais suave.
Robert Kiyosaki


Pense nisso!

Um grande abraço e até a próxima!


Kleber Rebouças
Rico Dinheiro: Curta e Compartilhe Educação Financeira!

Para comprar


Se tiver interesse me adquirir o livro, clique abaixo no link de sua preferência.
ATENÇÃO: Os preços foram coletados em 07/03/2014 e podem já não ser os mesmos.

Livraria Saraiva (Áudio Livro - CD) - R$ 19,90 
Livraria Saraiva (Áudio Livro - CD) - R$ 29,00 
Livraria Saraiva (Impresso) - R$ 29,70 
Americanas (Impresso) - R$ 32,90 
Livraria Saraiva (ePUB) - R$ 39,10 
Submarino (Impresso) - R$ 39,90 
Livraria Cultura (ePUB) - R$ 39,90 
FNAC (Impresso) - R$ 40,20 
Livraria da Folha (Impresso) - R$ 53,10 
Shoptime (Impresso) - R$ 59,00 
Livraria da Travessa (Impresso) - R$ 61,90 
Martins Fontes (Impresso) - R$ 61,90 
Livraria Cultura (Impresso) - R$ 61,90 


Outras sugestões de leitura:
As Seis Lições
Mais Tempo Mais Dinheiro
Liberal com Orgulho
Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação
Manual do Pequeno Investidor em Ações
Mais livros...






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Financiamento Imobiliário: Tabela PRICE ou SAC?

Exchange Traded Fund

Ganhe Dinheiro com o seu Cartão de Crédito